Manoel Carvalho constrói um simulador genérico do Emb-110 Bandeirante.

Pois é pessoal, após a conclusão do protótipo de home-cockpit denominado HC1, concluí a construção do HC2, um similador genérico (por não seguir o layout real dos instrumentos no interior) para ser utilizado operando uma aeronave Embraer Emb-110 Bandeirante. Ele foi montado sobre uma plataforma móvel e comporta 2 tripulantes (um instrutor no jump-seat e um comando), o que é mais apropriado para apresentações públicas.
Com o reaproveitamento de muitos materiais do antecessor HC1, este equipamento foi construído em 15 dias e agora está à disposição da missão Asas de Socorro para a  promoção da aviação missionária, humanitária e de socorro.
Para maiores detalhes, visite o página do projeto:
www.voosimulado.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo teu comentário. Ele será lido pelo moderador e em seguida publicado.